Author: Altoparlante

Caminando para la ciudad que queremos

Tres experiencias en Brasil que abren nuevos caminos

   

Para enfrentar os graves problemas urbanos, nas últimas décadas
as entidades que atuam no campo do direito à cidade no Brasil
têm cumprido um papel importante de mobilização popular, participação
social, proposições de legislações, enfrentamento jurídico
para efetivação dos direitos e na democratização da cidade e das
políticas urbanas, com experiências concretas para que as populações
em situação de vulnerabilidade social tenham melhores
condições de vida e as cidades sejam mais justas e sustentáveis. Léer más

Reconociendo los barrios de la ciudad, Fortaleza

A resistência da luta pela ZEIS Bom Jardim, Fortaleza

ZEIS Bom Jardim é bom pra mim!
ZEIS Bom Jardim é bom pra mim!
Bom Jardim é o meu lugar!
É aqui que eu quero morar!
Daqui não saio!
Daqui ninguém me tira!
Daqui não saio!
Daqui ninguém me tira!
Bom Jardim é o meu lugar!
E a ZEIS garante o direito de morar!
(*) Paródia da ZEIS Bom Jardim em ritmo de marchinha de carnaval, criada pelo morador Raimundo Nonato Moreno

Esta publicação faz parte de uma serie chamada «Caminhando para a cidade que queremos». Léer más

Repensando las formas de ocupación, Salvador de Bahia

A ocupação quilombo Paraíso e as comunidades do bem viver do movimento dos sem teto da Bahia

Uma ocupação que luta pela moradia digna em Salvador-Bahia como espaço de formação e transformação.
Uma comunidade do Bem Viver, inspirada pelas lutas populares do povo negro, dos indígenas, das mulheres e do povo sertanejo.
Uma disputa por outro modo de vida: a presença da utopia no presente!

Esta publicação faz parte de uma serie chamada «Caminhando para a cidade que queremos». Busca registrar experiências que rompem com as lógicas tradicionais de pensar a cidade. Léer más

Repensando la propriedad colectiva, São Paulo

Edificio União: do risco de despejo à garantia do direito à moradia, São Paulo

Prédio no Centro da cidade de São Paulo ocupado nos anos 1980 se torna o primeiro caso de usucapião coletiva do Brasil após décadas de resistência.
Com forte articulação entre atores e organização das famílias, o local representa hoje, além de importante precedente jurídico, um exemplo da luta pelo direito de
morar dignamente no Centro e pelo direito à cidade

Esta publicação faz parte de uma serie chamada «Caminhando para a cidade que queremos». Léer más

Producir alimentos no es un delito (El Salvador)

Abel Lara – un personaje diferente

«Desde pequeño tuvo que luchar para siendo campesino hacer reconocer los derechos de todos a alimentarse, a tener un pedazo de tierra y vivir compartiendo con sus vecinos.

Pero él lo hizo de manera muy especial: obligó al presidente que tenía más tierra de lo que permitía la ley a cumplirla; estando preso por ocupar tierra, decidió hacer una fiesta en la cárcel con los demás; optó por la agroecología con la perspectiva de una economía solidaria; dió voz a centenares de cooperativistas para cambiar leyes…»

Para entender mejor su manera de pensar y actuar, pasamos una mañana con él en su finca en noviembre del 2017, escuchando sus historias, compartiendo un rico almuerzo y conociendo sus cultivos antes de sentarnos con él en su lugar preferido… símbolo de la vida y del cambio. Léer más

Experiencias motivadores desde Perú y Colombia

Tres nuevas prácticas vividas por personas y grupos, para pensar otro futuro

Un estilo de vida y una forma diferente de pensar las cosas con Arte Urbano Juvenil, Lima, Perú.

A mi si me toca, resistir y proponer la recuperación de terrenos para convertirlos en espacios públicos en Envigado, Colombia.

Donde la energía fluye: inspirarse y empoderarse a partir de un modelo agro-energético de Colombia.

Para conocer mejor el proceso de los mensajes al futuro a partir de experiencias vividas, acceda al documento introductorio que explica la dinámica. Léer más